Fale Conosco
(11) 3392-2195 | (11) 3392-5196

Limpeza dental – Quanto custa, qual o tratamento

Ter um sorriso bonito e saudável, está ligado a fazer visitas a cada seis meses ao dentista para realizar uma limpeza dental. Criando este hábito, você irá prevenir:

  • Caries
  • Mau hálito

Além de auxilar em outros tratamentos dentários como:

Por quê realizar uma limpeza dental frequentemente

O biofilme dental, mais conhecido como placa bacteriana, se acumula na base dos dentes e no interior do sulco gengival ou da bolsa periodontal e é formado por bactérias colonizadoras. Sua causa é resultado de uma limpeza dentária inadequada. Após nos alimentarmos sempre ficam restos de comida alojados nas cavidades da arcada dentária – entre os dentes e em suas bases, próximas à gengiva e nas cáries (se houver).

Após um período sem removê-los ou quando a higiene não é eficiente a comida vai se acumulando, mesmo que minúsculas. As bactérias se alimentam dessas partículas e começam a processá-las, formando a placa bacteriana, daí seu nome. Essa placa pode conter até 400 espécies de micro-organismos que vão formando uma massa dura com o passar do tempo que se instala na margem gengival e no interior do sulco gengival ou da bolsa periodontal (uma modificação do tecido mole, causada pela perda óssea).

As bactérias que causam a gengivite estão presentes naturalmente em nossa boca, não é possível livrar-se delas, por isso é importante realizar a limpeza bucal de maneira eficiente. Se não for adequada – com boa escovação e uso diário de fio dental corretamente – o acúmulo da placa bacteriana pode comprometer a estabilidade do dente e consequente perda.

A ida regular ao dentista é importante para evitar o acúmulo das placas bacterianas e realizar uma limpeza eficiente para retirada de tais placas, que pode ser feita manualmente utilizando-se instrumentos próprios para isso. O dentista aplica um evidenciador que deixa a placa colorida e fácil de ser identificada, facilitando sua localização. Outra forma de limpeza é a utilização de um jato ultrafino e forte de água misturada a bicarbonato de sódio específico para fins odontológicos. Durante ou após a limpeza pode ocorrer sangramento, o que é normal, pois em alguns casos, há microferimentos na gengiva que ocorrem pela remoção da placa bacteriana. O sangramento cessa em alguns dias, mas se persistir volte ao dentista para uma avaliação.

A importância de fazer uma limpeza dental no dentista

Manter a saúde bucal em dia é algo extremamente importante para evitar diversos problemas odontológicos, segundo especialistas. Muitas pessoas não sabem, mas a limpeza dental realizada em consultório pode fazer a diferença, mandando pra longe problemas como tártaros, cáries e gengivite.

Uma limpeza profunda feita por um profissional especializado remove completamente a placa bacteriana acumulada, além de deixar os dentes mais claros e saudáveis. O ideal é realizar o procedimento pelo menos a cada seis meses, evitando eventuais problemas.

Quer saber um pouco mais sobre limpeza dental? Então confira as próximas informações:

Como é feita a limpeza dental?

A limpeza realizada em consultório é feita com aparelhos de ultrassom e jatos de bicarbonato que retiram a placa bacteriana, os tártaros e manchas. Em seguida, o dentista faz o polimento e a aplicação de flúor que diminui a sensibilidade dos dentes. Algumas pessoas podem realizar o branqueamento com produtos específicos se os dentes estiverem muito manchados ou amarelados.

Como evitar a placa bacteriana?

Para evitar a placa bacteriana é necessário ter uma excelente escovação dos dentes, sem abrir mão do fio dental. Para deixar a higienização completa, alguns dentistas aconselham a utilização de enxaguantes bucais que possuem flúor em sua formulação. Mas atenção: o enxaguante deve ser usado no máximo uma vez ao dia, para evitar fluorose.

Tenho dentes sensíveis. A limpeza é dolorosa?

A limpeza feita pelo dentista é completamente indolor, sendo no máximo desconfortável para algumas pessoas. Se os dentes forem muito sensíveis, é possível solicitar a aplicação de anestesia, livrando-se de qualquer possibilidade de sentir dor.

Posso fazer a limpeza com frequência menor que seis meses?

A periodicidade mínima é seis meses, mas nada impede de fazer a cada três meses, por exemplo. Pessoas que possuem maior tendência ao acúmulo de tártaro podem realizar a limpeza de dois em dois meses, evitando problemas como gengivite, cáries e inflamações.

A profilaxia dental consiste em um processo realizado no consultório odontológico para a remoção de placa e tártaro. Mesmo quando existe a higienização diária, como a escovação dentária, restos de alimentos e bactérias podem se alojar nos dentes e gengivas, causando prejuízos para a saúde bucal como as doenças periodontais e gengivites.

Uma limpeza dental profunda feita por um profissional especializado é um procedimento simples, mas muito importante, pois evita o surgimento de muitos problemas. Esse processo remove completamente toda a placa bacteriana, tártaro e até mesmo cáries, além de deixar os dentes mais brancos e o sorriso mais bonito.

A placa bacteriana, também conhecida como biofilme dental, se forma devido a ação de bactérias colonizadoras sobre os restos de alimentos que ficam entre os dentes e em sua base, próximo à gengiva, principalmente quando não existe uma higienização adequada.  Com o tempo, esse processo, somado à ação da saliva, faz com que essa placa se mineralize, formando o tártaro.

A presença de uma gengivite – inflamação na gengiva caracterizada por dor, inchaço e alteração da coloração do local –  é um dos sinais de que uma limpeza dental precisa ser realizada, evitando que esse quadro evolua para um problema ainda mais sério devido ao acúmulo de bactérias. A formação de uma bolsa periodontal é um dos riscos decorrentes da falta de tratamento da gengivite e ocorre quando existe um acúmulo de bactérias entre a gengiva e os dentes, devido à perda óssea na região.

Além disso, a presença de tártaro nos dentes dificulta a higienização diária, aumentando ainda mais o acúmulo de impurezas, prejudicando os ossos que formam a arcada dentária e, ao atingir a raiz de um dente, pode desencadear seu amolecimento e, consequentemente, sua perda.

Manter uma boca saudável através da realização de uma limpeza dental pode evitar o surgimento de doenças ainda mais sérias, capazes de comprometer até mesmo a saúde do coração.

Qual a importância da limpeza dental?

As doenças periodontais e outros aspectos bucais que contribuem com a proliferação de bactérias, como restos de alimentos, canais dentários comprometidos e cáries podem ser responsáveis pelo desenvolvimento de doenças cardíacas, como a endocardite bacteriana. Isso ocorre porque as gengivites podem liberar células inflamatórias capazes de estreitar as artérias coronárias e contribuir com a formação de placas de gordura na corrente sanguínea, aumentando as chances do surgimento de problemas cardiovasculares, como o infarto ou o Acidente Vascular Cerebral – AVC.

Existem cerca de 400 espécies de micro-organismos capazes de se alojar na boca e se alimentar da placa bacteriana. As bactérias estarão sempre presentes na estrutura bucal, é impossível removê-las completamente, porém, a higienização bucal diária e a limpeza dental realizada no consultório odontológico periodicamente, de acordo com a indicação do especialista, são as melhores formas de evitar doenças causadas pela ação dessas bactérias.

Mesmo quando existe a limpeza bucal realizada através da escovação dentária, utilização de fio dental e enxaguante bucal, pode ser preciso fazer uma profilaxia dentária com o auxílio de um odontologista para garantir a limpeza total dos dentes e demais estruturas bucais. Somente um especialista pode analisar os dentes e verificar se existe ou não a presença de tártaro, cáries e demais problemas bucais, indicando o tratamento adequado para reverter esses quadros. A profilaxia dentária também só pode ser feita por um odontologista, já que todo o procedimento é feito com equipamentos odontológicos profissionais.

A limpeza dental pode ser realizada em pessoas de todas as idades. Nas crianças, a profilaxia dental é feita com aplicação de flúor e pasta dental profilática, para prevenir contra a ação das bactérias.

Como é o procedimento para a realização da profilaxia (limpeza) dentária?

A profilaxia dental é realizada na Vital Odonto através das mais modernas técnicas, com a utilização de aparelhos de ultrassom e jatos de bicarbonato para remover as manchas que podem existir no esmalte do dente. Em seguida, é feito um polimento dos dentes e a aplicação de flúor para reduzir a sensibilidade na dentição. O odontologista utiliza também uma escova dental rotatória e pasta dental profilática.

O procedimento é naturalmente indolor, sem a necessidade de aplicação da anestesia. Somente quando existe um alto nível de sensibilidade nos dentes o paciente pode optar por ser anestesiado para não sentir qualquer tipo de incômodo durante o procedimento.

A periodicidade mínima para a realização de uma profilaxia dentária no consultório odontológico é de seis meses, portanto é essencial aguardar esse período para repetir o tratamento. Mesmo sendo um procedimento simples, é importante responder a todos os questionamentos do odontologista, sobre seu histórico médico para que todos os cuidados sejam tomados antes de sua realização.

Em casa, a higienização bucal deve ser feita através da escovação, com pasta de dente que contenha flúor, após cada refeição, somada à utilização do fio dental para eliminar a placa bacteriana que possa se formar entre os dentes. O enxaguante bucal pode ser usado apenas uma vez ao dia, para evitar a fluorose, que consiste na presença de manchas brancas nos dentes que pode ocorrer devido ao excesso de ingestão de flúor.

Qual o preço de uma limpeza dental?

Visando um melhor sorriso, o paciente através de uma consulta com o dentista receberá toda a estrutura e informações sobre os preços, duração do tratamento e seus respectivos procedimentos, os quais são determinados pela Vital Odonto. O preço da limpeza dental será de acordo com cada condição apresentada pelo paciente e através das suas necessidades, a qual será avaliada pelo cirurgião-dentista. Por isso é importante que agende uma consulta para que possamos fornecer maiores detalhes.

Você sabia?

A combinação de açúcares, amidos e a placa bacteriana produzem substâncias ácidas prejudiciais aos dentes e comprometem principalmente o esmalte dental, aumentando as chances do desenvolvimento de uma cárie. Por isso, os odontologistas recomendam evitar o consumo excessivo de açúcar, presente em doces, por exemplo. Escovar os dentes logo após o consumo de doces contribui para manter a saúde bucal.