Aparelho Fixo – Tratamento de ortodontia

Nem todos nascem com os dentes perfeitos e alinhados. A área da odontologia que faz a correção em dentes mal formados, tortos ou com mastigação errada, é a ortodontia com a colocação de aparelho fixo, mas para iniciar o tratamento o ortodontista – nome dado a esse profissional – É necessária uma avaliação para analisar toda a estrutura da arcada do paciente. Uma radiografia panorâmica bucal é solicitada, pois além de ver a parte externa, com a radiografia é possível ver a estrutura óssea para verificar detalhes importantes.

Após a fase de análise e as correções que serão adotadas na arcada do paciente, o profissional coloca os braquetes, que são as peças que ficam aparentes e que serão colados aos dentes. Os braquetes podem ser metálicos, de porcelana ou resina. Eles irão sustentar um arco metálico que exercerá força suficiente para ir, gradativamente, colocando os dentes em um alinhamento perfeito.

braquetes metálicos

Mensalmente o ortodontista deve fazer o ajuste no arco metálico para que os dentes assumam a posição correta. A cada sessão é feita a avaliação e, se necessário, o profissional pode intensificar ou reforçar o arco metálico.

Não há um período estipulado para que o tratamento seja concluído, pois cada paciente é um caso isolado. A média de tempo costuma ser de dois anos, podendo se estender por mais tempo.

Cuidados com seu aparelho fixo

A estética do sorriso é uma das principais preocupações dos jovens que possuem dentes apinhados ou desalinhados. Para reverter este tipo de problema, os dentistas especializados em ortodontia recomendam a utilização do aparelho fixo, que fará o tratamento completo na recuperação estética dos dentes.

Além de tratar problemas relacionados à estética, os aparelhos fixos são indicados para mordida cruzada e outras alterações funcionais da mandíbula que provocam desequilíbrio dos dentes e articulações.

Após a colocação do aparelho, é necessário estar atento aos cuidados com a higiene bucal que deve ser feita de forma completa e detalhada para evitar problemas como cáries e placa bacteriana.

Confira a seguir, como cuidar dos dentes com aparelho fixo:

Fio dental com passa-fio

É extremamente importante utilizar o fio dental após as refeições para retirar os restos de alimentos que ficam presos entre os dentes. Pessoas que realizam tratamento estético e funcional com aparelho fixo necessitam utilizar o passa-fio, que funciona como pequenas agulhas de plástico, facilitando a higienização.

Escovação

A escovação deve ser feita em duas etapas: primeiramente com uma escova comum de cerdas macias e, posteriormente, com a utilização de uma escova interdental. Se o aparelho estiver acompanhado com os elásticos que prendem as arcadas, será necessário retirá-los antes da escovação.

Reforçando a limpeza

Para reforçar a higienização é importante utilizar um enxaguante bucal de qualidade que possua propriedades bactericidas e ação anticáries. Recomenda-se fazer uso deste produto apenas uma vez ao dia para evitar fluorose e outros desequilíbrios.

Cuidados Extras

Quem utiliza aparelho fixo deve ter alguns cuidados extras: evitar comer doces e balas é uma ótima maneira de impedir o acúmulo de açúcar, que pode facilitar os problemas com cáries. Alimentos muito rígidos podem provocar a quebra dos braquetes e, consequentemente, uma ida ao dentista sem necessidade. Esteja atento!

O que é a ortodontia?

A ortodontia é a área da saúde bucal responsável por realizar a correção dos dentes mal-formados, tortos ou apinhados, que resultam em uma mastigação inadequada. Para identificar esses problemas bucais, o ortodontista solicita alguns exames específicos para analisar a arcada dentária e o posicionamento dos dentes.

Um desses exames mais comuns é a radiografia panorâmica, que possibilita ao ortodontista avaliar a estrutura óssea para verificar detalhes importantes dos dentes.

Como é o tratamento com aparelho fixo?

Logo após analisar e planejar quais correções precisam ser feitas para que os dentes fiquem adequadamente posicionados, o ortodontista cola os braquetes do aparelho fixo nos dentes. Essas peças podem ser feitas de metal, porcelana, safira ou resina, são visíveis e não podem ser retiradas pelo paciente.

Um arco metálico será passado entre essas peças, exercendo força para, gradativamente, estabelecer um alinhamento perfeito entre os dentes. O prazo necessário para a conclusão do tratamento varia de paciente para paciente, de acordo com o posicionamento em que os dentes estejam e qual o resultado que se pretende alcançar.

Por que é necessário realizar o tratamento com o aparelho fixo?

Um tratamento com aparelho ortodôntico fixo não é realizado somente por questões estéticas, mas sim como forma de preservar a saúde de forma geral. Isso porque ao restabelecer o posicionamento dos dentes, a higienização bucal se torna mais fácil, evitando o desenvolvimento de doenças decorrentes do acúmulo de bactérias na gengiva. Além disso, dentes mal posicionados causam desordens na articulação temporomandibular, podendo também ser responsável pelo surgimento de dores nas articulações e dores de cabeça.

A manutenção do aparelho fixo precisa ser realizada periodicamente no consultório odontológico e a periodicidade desses ajustes será definida pelo próprio ortodontista responsável pelo tratamento. O aparelho fixo precisa ser ajustado para que continue exercendo a força necessária sobre a estrutura bucal, garantindo o alinhamento adequado dos dentes.

Os cuidados necessários para manter a saúde bucal e a eficácia do tratamento ortodôntico estão ligados diretamente à higienização do aparelho fixo. Ele pode ser normalmente escovado e, com um auxílio de um passa-fio, ser higienizado com o fio dental entre os dentes, passando pelos braquetes e pelo arco de metal. A escovação também pode ser realizada com uma escova interdental. Pode ser necessário retirar os elásticos, caso existam, presos aos braquetes para garantir uma limpeza completa.

A presença constante do aparelho, que não pode ser removido antes do término do tratamento, pode prejudicar a higienização diária e desencadear doenças periodontais, por isso é essencial se atentar a essa limpeza para não comprometer a saúde bucal.

Evitar comer muitos doces e balas é uma das principais formas de evitar o acúmulo de açúcar, que pode aumentar as chances do desenvolvimento de cáries nos dentes. Alimentos muito rígidos também podem ser um risco, já que existe a possibilidade de quebrarem os braquetes durante a mastigação.

Quais as vantagens de um aparelho fixo?

A falta de alinhamento dentário não é apenas uma questão estética. O apinhamento de dentes pode desencadear diversos incômodos para o paciente, como cefaleia e problemas mandibulares que afetam a mastigação e a fonética. O alinhamento dos dentes pode fazer esses problemas a desaparecerem naturalmente, sem a necessidade de mais intervenções.

Quem pode instalar o aparelho fixo?

Somente o ortodontista pode identificar a necessidade e recomendar a utilização de um aparelho fixo para alinhar os dentes. Esse tratamento é indicado para pessoas que já estão com a segunda dentição completa, ou seja, a utilização de um aparelho fixo não é recomendada para crianças que ainda possuam os chamados “dentes de leite”.

Quanto custo um aparelho fixo ortodôntico?

Visando um melhor sorriso, o paciente através de uma consulta com o dentista receberá toda a estrutura e informações sobre os preços, duração do tratamento e seus respectivos procedimentos, os quais serão determinados pela Vital Odonto. O preço do aparelho fixo será de acordo com cada condição apresentada pelo paciente e através das suas necessidades, a qual será avaliada pelo cirurgião-dentista. Por isso é importante que agende uma consulta para que possamos fornecer maiores detalhes.