Fale Conosco
(11) 3392-2195 | (11) 3392-5196

TRATAMENTO DE CANAL

É a área da odontologia que previne e promove a cura de enfermidades na polpa dental (interior do dente). O procedimento é chamado comumente de “tratamento de canal”.

A quebra do dente ou quando ele apresenta uma cárie profunda acaba afetando sua polpa, que é a parte viva e repleta de vascularização (terminações nervosas) que fica dentro da raiz. Uma vez danificada, infeccionada ou morta, a polpa precisa ser retirada, senão pode causar dor e desconforto ao paciente.

Após retirar a polpa, o dentista realiza uma limpeza completa, desinfeta o local e preenche o espaço com material especial para que não fique oco e frágil.

Em geral, de duas a três sessões no dentista são suficientes para reparar um dente que passe pela endodontia. O tratamento hoje em dia é indolor e com a tecnologia atual, o dente não escurece permanecendo com a mesma coloração original.

Entenda o conceito de endodontia
Os problemas bucais afetam diversas pessoas em algum momento da vida, seja pela falta de periodicidade ao dentista ou por deficiência de higienização correta. Uma das incidências mais comuns é a cárie, que pode provocar sensibilidade, dores, deteriorações e, nos casos avançados, comprometer a polpa e a raiz dos dentes.

Para tratar problemas com cáries é necessário procurar um dentista especializado em endodontia. Este profissional irá fazer uma avaliação completa do quadro e indicar o procedimento mais adequado para resolução do problema.

O que é endodontia?
A endodontia é uma área específica da odontologia que se ocupa de doenças e lesões na polpa e na raiz do dente. Geralmente, costuma-se intitular a endodontia como “tratamento de canal”, nome popularmente conhecido entre os pacientes. Este tratamento remove o tecido mole que se encontra no canal do dente que pode estar inflamado, infectado ou necrosado.

Quando sei que preciso de um tratamento de canal?
Apenas um dentista poderá avaliar a necessidade de um tratamento de canal. Quando a cárie atinge a polpa ou a raiz, a endodontia é quase sempre indicada para evitar a perda ou extração do dente. O tratamento é feito em várias etapas, sendo necessárias várias consultas ao dentista para a resolução definitiva do quadro.

O que causa cáries?
A cárie é causada principalmente pela má escovação dos dentes e higienização bucal. O acúmulo de açúcar na superfície dos dentes é fator importante que influencia no surgimento desta bactéria. De acordo com os dentistas, algumas pessoas são mais vulneráveis ao problema, devido à baixa produção de saliva.

Como evitar cáries?
Para evitar o surgimento de cáries é necessário manter uma rotina de cuidados diários com a saúde bucal incluindo escovação completa, utilização de fio dental e enxaguante com ação contra bactérias. Alguns dentistas aconselham a utilização de flúor na concentração 0,05% como método de profilaxia.

A endodontia consiste na área específica da odontologia voltada para o tratamento de doenças e lesões na polpa e na raiz dos dentes. A endodontia também é conhecida popularmente como tratamento de canal e consiste na remoção do tecido mole que se encontra no canal do dente que pode estar inflamado, infectado ou necrosado.

O que pode gerar um tratamento de canal?
A quebra do dente ou quando uma cárie é profunda e acaba afetando sua polpa – parte viva e repleta de vascularização e terminações nervosas localizadas dentro da raiz – são os principais motivos que geram a necessidade de um tratamento endodôntico. Quando sua polpa se danifica, ela pode infeccionar ou morrer e precisa ser retirada para que não cause dores e nem comprometa ainda mais a saúde bucal. Infecções podem se espalhar para as demais estruturas bucais, como os ossos da arcada dentária, a gengiva, além dos demais dentes, por isso é essencial procurar uma clínica odontológica assim que surgir qualquer desconforto.

Quando é necessário realizar um tratamento de endodontia?
Somente um dentista pode diagnosticar o desenvolvimento de uma doença que precise de tratamento de canal. Uma das situações mais comuns na endodontia é quando uma cárie se torna muito profunda, atingindo a polpa dental.

É essencial consultar um odontologista especialista em endodontia, pois a remoção da polpa dentária afetada é um processo cirúrgico minucioso, realizado essencialmente com a aplicação de anestesia. Para evitar a extração do dente, o odontologista realiza o tratamento de endodontia e são necessárias várias etapas e consultas ao dentista para que o quadro seja definitivamente solucionado.

Após aplicar a anestesia, o odontologista realiza uma abertura no dente que receberá o tratamento. Por essa abertura, a polpa dentária morta ou infeccionada é extraída. Em seguida, os canais dentários e o espaço pulpar são esvaziados e limpos para receber o preenchimento. O material próprio para o preenchimento é aplicado em cada um dos canais dentários, que são cimentados e podem receber pinos de plástico ou metal, garantindo a resistência do dente tratado. Para finalizar, o dente que passou pelo tratamento de endodontia recebe uma coroa para que fique com um aspecto natural.

O que causa cáries?
As cáries são desencadeadas principalmente pela higienização inadequada dos dentes. A má escovação ou sua falta podem ser responsáveis pelo desenvolvimento de bactérias que resultam nas cáries. O acúmulo de açúcar na superfície dos dentes é um dos fatores mais comuns que contribuem para o surgimento das cáries. Algumas pessoas são ainda mais vulneráveis ao surgimento desse problema devido à baixa produção de saliva.

Como evitar a necessidade de um tratamento endodôntico decorrente de uma cárie?
A forma mais eficaz de evitar o surgimento de cáries é manter uma rotina de cuidados diários com a saúde bucal, como a escovação dos dentes após as refeições, principalmente após o consumo de doces, a utilização de fio dental e enxaguante com ação contra bactérias e até mesmo a utilização de flúor na concentração de 0,05% como método de profilaxia.