Fale Conosco
(11) 3392-2195 | (11) 3392-5196

Restauração | Obturação

Os dentes podem sofrer danos reversíveis, como no caso de cárie e trauma (quebra). Nesses casos, o tratamento é chamado de restauração ou obturação e após o procedimento o dente volta à sua função natural. Um dos primeiros procedimentos do dentista é efetuar uma limpeza profunda, no caso de cáries, para tirar qualquer indício de elementos estranhos, pois a cavidade no dente será coberta por material para ficar com o formato natural.

Em dentes quebrados a restauração irá complementar a parte que falta, devolvendo ao dente a sua forma original. O profissional fará uma análise da situação para identificar a real situação do paciente. Nos dois casos existem diversos tipos de materiais utilizados na restauração:

Obturação com Resinas compostas: apresentam cor semelhante ao dente original, porém são mais frágeis que os outros materiais e também podem manchar com determinados alimentos (café, tabaco, chá, etc);

Obturação com Porcelana: conhecida também como faceta e é feita sob medida. Sua colocação cobre todo o dente e é mais resistente a manchas;

Obturação de Amálgama: de cor prateada é mais barata que os outros materiais. Não é recomendada para restaurações que fiquem visíveis;

Ouro: tem grande durabilidade (por volta de 20 anos). Requer várias consultas para ser colocada e tem preço bem elevado. Procedimento que está em desuso atualmente.

Obturação de Dente para sorrir mais!

Sorrir com confiança é algo que a maioria das pessoas não abre mão, afinal, o sorriso desempenha um papel fundamental na estética e atrai olhares de todos os lados. A cárie é um problema extremamente comum, podendo afetar crianças e adultos em várias etapas da vida.

Quando um ou mais dentes são afetados pela cárie é necessário realizar uma restauração, evitando a deterioração posterior que pode vir a ocasionar na perda do dente. Se não tratada, a cárie pode comprometer o sorriso, levando a problemas de autoestima e insegurança.

CONFIRA A SEGUIR, ALGUMAS INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE RESTAURAÇÕES:

O que é uma Obturação?

A obturação é um procedimento que visa recuperar um dente afetado pela cárie, fazendo-o voltar à sua forma e função normais. É possível realizá-la com diversos tipos de materiais, dentre os quais são mais utilizados: amálgama de prata, resinas compostas na cor do dente, porcelana ou ouro.

Como é feita a restauração do dente?

Primeiramente, o dentista irá remover a parte do dente que foi afetada pela cárie. Em seguida, efetuará a limpeza da área atingida e preencherá a cavidade com o material escolhido para a restauração. Quando o dentista fecha o espaço, ele evitará que outras bactérias se infiltrem, prevenindo outras deteriorações.

Como saber se preciso de uma restauração?

Para saber se é necessário realizar uma restauração, aconselha-se uma consulta ao dentista para verificar a incidência de cáries em um ou mais dentes. Muitas vezes, o profissional irá pedir um raio-x para averiguar com profundidade a existência do problema. Em caso positivo, a restauração será feita entre 20 e 40 minutos.

Qual o preço de uma obturação?

O preço da obturação será de acordo com cada condição apresentada pelo paciente e através das suas necessidades, a qual será avaliada pelo cirurgião-dentista. Visando um melhor sorriso, o cliente através de uma consulta com um dos nossos cirurgiões dentistas receberá toda a estrutura e informações de valores os quais são determinados pela Vital Odonto. Agende uma avaliação gratuita diretamente aqui pelo nosso site.

Quais os sintomas do dente com cáries?

O dente cariado fica extremamente sensível a temperaturas extremas, como alimentos quentes ou gelados. Pode ocorrer sangramento no momento da escovação e nos casos onde a cárie atinge a polpa ou o nervo pode haver dor intensa no local afetado, sendo indicado o tratamento de canal.

Sorrir com confiança é sinônimo de autoestima e saúde, dois pilares essenciais para manter a qualidade de vida. Porém, alguns problemas podem comprometer o sorriso, prejudicando as funções bucais como a dicção e a mastigação e, também, prejudicando toda a saúde do organismo.

Ao longo da vida os dentes estão suscetíveis a sofrer alguns danos irreversíveis para a sua estrutura, como é o caso de cáries ou traumas, como a quebra do dente. Para recuperá-lo os dentistas utilizam diversas técnicas de restauração, evitando a perda total do dente.

Após a realização desse procedimento, o formato do dente é recuperado e ele continua exercendo normalmente suas funções, como a mastigação. Realizar a recuperação dentária assim que o dente for danificado é a melhor forma de evitar sua perda, já que com o tempo, o dano tende a piorar e comprometer toda sua estrutura, alcançando a raiz. Um processo infeccioso pode também chegar à base óssea e atingir outros tecidos bucais, aumentando o prejuízo para a saúde bucal e tornando ainda mais complicado um processo de revitalização da arcada dentária.

Como é realizada a restauração dentária

Quando parte do dente está comprometida devido a presença de uma cárie, o odontologista irá inicialmente realizar uma limpeza profunda para retirar bactérias e elementos que possam comprometer a saúde bucal, após a restauração.

Em seguida, a região afetada é recuperada através da inserção de um material específico que possibilite reconstruir partes do dente. Os materiais utilizados para essa recuperação normalmente são:

Obturação de Amálgama – De cor prateada, é a que possui o valor mais acessível. Devido a sua cor, não é recomendada para a reconstrução de dentes visíveis;

Obturação de Resina composta – Possui coloração semelhante ao dente, porém é mais frágil e pode ficar manchada facilmente em contato constante com tabaco, café, chás e demais substâncias de forte pigmentação;

Obturação de Porcelana – Esse tipo de restauração também é conhecido como faceta e é feita sob medida. Ela é colocada sobre o dente e é mais resistente às possíveis manchas.

• Obturação de Ouro – Restauração dentária de alta durabilidade, mas em desuso hoje em dia.

Após a escolha do material, a cavidade dentária que representa a ausência de parte do dente devido a remoção de uma cárie ou pedaços do dente após ele sofrer um trauma, é preenchida com essa substância, que se solidifica e toma a forma e tamanho que o dente natural possuía antes de sofrer a alteração.

Ao fechar esse espaço, o dentista evita o desenvolvimento de bactérias que poderiam comprometer ainda mais o que sobrou desse dente.

Como saber se algum dente precisa de uma restauração?

É possível identificar facilmente a presença de um dente cariado. Se apresentar alta sensibilidade em um ou mais dentes, principalmente em contato com temperaturas extremas, seja o frio ou o calor, já é um sinal. Pode existir também sangramentos no momento da escovação dentária e, nos casos em que a cárie já atingiu a polpa e o nervo dental, pode existir uma dor intensa no local, sendo indicado o tratamento de canal (endodôntico).

Somente um odontologista poderá avaliar a saúde bucal e verificar se um ou mais dentes precisa de restauração. Além de realizar uma análise da saúde bucal minuciosa, o dentista pode solicitar exames específicos para verificar com mais profundidade a estrutura dental, como uma radiografia. Ao detectar a necessidade de realização do procedimento, a restauração pode ser feita na mesma consulta de análise, em cerca de 20 a 40 minutos.